Vitoria Marina Flat, Apto 702

Praça Única
08/03/21 às 18h00
08/05/21 às 18h00
Modalidade:Online
Leilão:Venda Direta
Local do leilão:
ID:23
Vitoria Marina Flat, Apto 702

Lote 1 - Flat Vitória Marina Residence, apt. 702

Apartamento designado pelo número de porta 702 e 475.680-0 de
Inscrição Municipal, integrante do prédio denominado “Edificio
Vitoria Marina Flat”, Matrícula: 35.304, situado à Av, Sete de
Setembro, 353 ou 2068, no subdistrito da Vitoria, nesta cidade
apartamento este composto de Kitchen, quarto e sanitário, medindo
31,891m² de área privativa, 35,0647m² de área comum, 66,956m²
de área total com a fração ideal de 6,2921m² da área de terreno
próprio com o total de 1.635,97m² onde se acha edificado o citadoedifício, cujas metragens e confrontações se acham na matrícula 
matriz de número 3717 do Registro Geral.
Registro no 1º Ofício de Registro de Imóveis de Salvador
 

 

Envie sua proposta

O imóvel ofertado à venda por intermédio do presente edital será
alienado no estado em que se encontra, não cabendo à Justiça do
Trabalho qualquer responsabilidade quanto a consertos, encargos
sociais ou encargos de transferência patrimonial, ônus estes que
ficarão a cargo do adquirente.
O adquirente também arcará com as despesas para averbação de
eventuais benfeitorias não registradas e todas as demais
especificadas no edital, nos termos do multicitado Provimento
Conjunto nº 001/2020.
O imóvel é ofertado à venda como coisa certa e determinada (venda
“ad corpus”), sendo apenas enunciativas as referências neste edital.
N e n h u m a d i f e r e n ç a p o r v e n t u r a c o m p r o v a d a n a s
dimensões/descrição do imóvel pode ser invocada, a qualquer
tempo, como motivo para desistência, anulação da compra,
compensações ou modificações no preço ou nas condições de
pagamento, ficando a sua regularização e despesas decorrentes a
cargo do adquirente.
Não cabe, ainda, a alegação de evicção, sendo exclusiva atribuição
do adquirente a prévia verificação do estado de conservação e das
especificações dos bens oferecidos por meio do presente edital.
Tratando-se a alienação judicial por iniciativa particular de modo
originário de aquisição de propriedade, o adquirente receberá o
imóvel livre de impostos cujo fato gerador seja a propriedade (IPTU
e/ou ITR), o domínio útil ou a posse, e de taxas de prestação de
serviços (água, energia, telefonia e outros) relativos ao bem
adquirido, conforme preconiza o parágrafo único do art. 130 do
Código Tributário Nacional (CTN).
Não serão de responsabilidade do adquirente quaisquer ônus
relativos aos direitos reais de garantia sobre o bem imóvel.

 

Forma de pagto.
Sinal
Entrada
A Vista
100,00
1X
Parcelado
25,00
30X

O imóvel posto à venda por intermédio do presente edital fo
avaliado/reavaliado (em 11/01/2021), com o preço de R$230.000,00
(duzentos e trinta mil reais),conforme auto de Id. 0ee19f4, sendo
que a venda será realizada pela melhor proposta, se homologada
pelo juízo, observados os termos do artigo 18 do Provimento
Conjunto GP/CR nº 001/2020 deste Regional, garantindo-se ao(s)
leiloeiros(s) que intermediarem a venda, o pagamento da comissão
no percentual de 5% (cinco por cento) sobre o preço de venda, a
ser paga pelo adquirente, montante este que deverá ser
acrescentado ao valor da proposta apresentada, não sendo desta
subtraído. O preço mínimo foi fixado em R$161.000,00 (cento e
sessenta e um mil reais), que corresponde a 70% (setenta por
cento) do valor da avaliação, não se admitindo a redução deste
valor.
A venda poderá ser feita à vista ou de forma parcelada, admitindo
se o parcelamento em até trinta meses, sempre com entrada
mínima correspondente a 25% (vinte e cinco por cento) do valor da
alienação, e o restante em, no máximo, 30 (trinta) prestações
mensais, devidamente corrigidas pelo IPCA.
Se deferido o parcelamento, o valor ainda devido será garantido
com hipoteca incidente sobre o próprio imóvel, salvo se aceita outra
garantia ofertada pelo adquirente.
A critério do juízo da execução, poderão ser exigidas do adquirenteoutras garantias como fiança bancária ou garantia real.
O adquirente terá o prazo de 24 (vinte e quatro) horas, após a
homologação da alienação, para efetuar o pagamento do valor
integral da venda, na hipótese de venda à vista, ou do valor da
entrada, em caso de venda parcelada, em conta judicial à
disposição da Coordenadoria de Execução e Expropriação.
A comissão de corretagem é de 5% do valor total da alienação, a
qual será devida aos leiloeiros.
Os honorários dos Leiloeiros, a cargo do adquirente, deverão ser
pagos em conta judicial no mesmo prazo supra quando se tratar de
venda à vista, observando-se o pagamento proporcional de
honorários na hipótese de parcelamento e nos mesmos moldes
deste